Mudança na bandeira tarifária foi o principal fator para que a energia elétrica tivesse impacto negativo em outubro

QUEDA EM PREÇO DE ENERGIA ELÉTRICA FAZ INFLAÇÃO SER A MENOR PARA OUTUBRO DESDE 1998

A queda no preço da energia na maior parte do Brasil contribuiu para que a inflação de outubro fosse a menor desde 1998. A informação é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) mostram que índice ficou em 0,10% no mês passado, menor do que os 0,45% do mesmo período de 2018 e também nos últimos 21 anos. 

A mudança na bandeira tarifária foi o principal fator para que a energia elétrica tivesse um impacto de 0,13 ponto percentual negativo em outubro.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a bandeira tarifária amarela tem custo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora consumidor. Já a vermelha patamar 1 apresenta custo de R$ 4 para cada 100 quilowatts-hora consumidos.

A queda na energia elétrica foi demonstrada em todas as áreas pesquisadas pelo IBGE, com exceção de Salvador e Vitória, ambos com alta nos preços. Em Goiânia, o recuo chegou a 5,99%.

No acumulado do ano, o índice registrou 2,60%. Já nos últimos 12 meses, ficou em 2,54%. Segundo o IBGE, está abaixo dos 2,89% registrados anteriormente.