Estudo mostra que a aceleração na implementação deve-se ao ritmo induzido por políticas na China e nos EUA

CAPACIDADE EÓLICA DEVE CRESCER 112% NESSA DÉCADA

A consultoria Wood Mackenzie espera que as adições globais de capacidade de energia eólica fiquem a uma média anual de 77 GW entre 2020 e 2029 por cauda da pandemia do novo coronavírus. Se essa previsão se confirmar, ao final desta década o consolidado representará um crescimento de 112% na capacidade instalada global quando comparada ao final de 2019.

De acrodo com o relatório ‘Atualização da Perspectiva de Mercado Eólico Global: 1T 2020’ (na tradução livre do inglês), 62 GW de capacidade eólica foram adicionados nos 12 meses de 2019, o que representa um aumento de 23% em relação a 2018 e o segundo maior total anual após 2015, quando alcançou 63 GW.

A consultoria aponta que a aceleração na implementação deve-se ao ritmo induzido por políticas na China e nos Estados Unidos, que provocou um aumento de 11,5 GW nas adições de capacidade líquida global de 2019 em comparação com 2018. E, acrescentou, embora a história para 2019 seja positiva, 2020 não seguirá esse caminho por conta do impacto da pandemia.

As adições anuais na América Latina terão uma média superior a 4 GW. O desenvolvimento do mercado livre no Brasil, a execução dos prêmios inaugurais de leilão na Colômbia, a oportunidade apresentada pelas aposentadorias de carvão no Chile e a crescente demanda do segmento de no México apresentam potencial de contribuirão para um crescimento médio anual de 9% na região de 2020 a 2029.



Página 1 de 355